24 de mar de 2014

Mãe :D

Minha perfeita
Minha rainha
Minha mulher perfeita
És a minha mãezinha
Ainda bem que
Tu estás sempre aqui
Não vás embora nunca
Pois eu preciso de ti
És o meu ar
És o que eu respiro
Por ti sou capaz de tudo
Até de levar um tiro
Não penses nunca
Que não gosto de ti
És a minha mãe
Quero-te sempre aqui
Para me apoiar
Para me ver sorrir
Para me veres chorar
Quando eu partir
Em busca do futuro incerto

Obrigada por tudo
Tenho que agradecer
Todas a palavras
Que estás sempre a dizer
Obrigada de novo
Sei que é complicado
Peço as minhas desculpas
Por também ter errado!

<3 o:p="">

17 de mar de 2014

Existem pessoas que me desiludem tanto. Talvez porque são seres humanos e todos temos defeitos, mas ainda assim, não consigo perceber o porquê de ser e determinadas atitudes que certas pessoas continuam a ter. Eu sei que tenho um feitio que não é nada fácil por vezes, mas não trato mal as pessoas que estão sempre comigo e que dão tudo o que têm por mim. Todos nós temos direito de nos chatearmos, de andarmos fulos com a vida, não é isso, mas para isso é que as pessoas têm outras pessoas sempre por perto, para ajudar nestes momentos!
O que por vezes acontece é que as pessoas (eu incluída, pois não sou uma excepção) quando não são feitas as coisas à sua maneira, ou as pessoas não conseguem adivinhar o que lhes vai na cabeça, amuam, não mostram os dentes a ninguém e se outra pessoa for tentar acalmar os ânimos ainda levam por tabela!
Eu também sou assim, mas quando alguém vem para acalmar os ânimos eu tento não ser tão rude quanto fui para a pessoa em questão, sei lá, se calhar não é normal armar-me em parva para a pessoa porque ela não teve nada relacionado com o sucedido!
Bem, tenho dito!

10 de mar de 2014

Coisas :D

Já tinha saudades de escrever, imensas, sobre coisas que não interessam, sobre banalidades. De certo que ninguém lê o que eu escrevo, isso é mais que certo, por mais que eu partilhe este blog e que dia que devem ler, ninguém o faz… Por um lado até é bastante apetecível escrever assim, assim sei que posso por a minha mais verdadeira opinião sobre qualquer assunto que é como se estivesse a escrever para o meu diário ou para os meus botões J

20 de nov de 2013

Porque é assim, sempre o foi, primeiro estranha-se, depois entranha-se... Pensei que sentir-me assim não fosse possível, pensei que fosse coisa mais repentina, mas não, chegou aos poucos, foi-se apoderando de mim tal e qual como uma musica intemporal que fica nos nossos ouvidos durante anos ou até a vida inteira! Foi assim que tu te apoderaste de mim, foi de repente, mas aos pouco, pedaçinho por pedaçinho, célula por célula. Nem acredito que já se passaram quase 4 meses, quase 4 espetaculares meses que se passaram assim, como que por magia.
Nem sempre é fácil aturares-me, eu sei e tenho noção disso, às vezes nem eu me consigo aturar, mas acho fofinho da tua parte tentares fazê-lo, significa que gostas (significa que tens muita paciência), e também significa que te preocupas comigo.
Mas é assim, as relações tem altos e baixos, bons e maus momentos, faz parte, para dar-mos mais valor ao que temos e que nos rodeia.
Sempre ouvi dizer e até que faz sentido: " a mistura do amor com a paixão deixa a alma leve ", e é verdade, o amor é um sentimento único e duradouro, que vai crescendo aos poucos e que nunca se sabe onde começa nem onde acaba.
Tu fazes-me querer ser melhor, ter uma personalidade mais fácil, fazes-me ser mais feliz e fazes-me querer sê-lo ainda mais! Para mim, Daniel, não há quaisquer dúvida dfos meu sentimentos por ti e por tudo o que passámos, tal como tenho certeza dos teus sentimentos por mim, e disso, gosto do facto de poder confiar em ti e de poder ser feliz contigo!

 Obrigada pelos momentos boneco!

18 de nov de 2013

ahahahahah

não pude deixar de fazer isso com estas maravilhosas imagens!

GIF

yup, yes, yeah.

Tenho dúvidas e perguntas para fazer, curiosidades para saber e um pai que nunca hei-de ter. Sabes, há aqui umas questões que eu te queria colocar. Será que te lembras dos meus como eu me lembro dos teus? Será que pensas em mim como eu penso em ti? Será que no dia do pai te lembras de todas as prendas que eu te dei e das que poderia vir a dar se não tivesses ido embora? Será que te lembras do que sentiste quando me pegaste ao colo pela primeira vez? Será que alguma vez te perguntaste quais seriam os sentimentos que provocaste quando foste embora? Será que ainda te lembras sequer que tens uma filha, visto que ninguém onde tu moras sabe que tens uma! Será que te lembras das prendas e dos miminhos, dos abraços e dos carinhos, das conversas e das aprendizagens que agora não passam de miragens? Pelos vistos não, mas também não te vou lembrar, porque quando tu te lembrares vai ser um bocado tarde e eu não me vou lembrar que em tempos tive um pai que nem foi capaz de me assumir na vida dele como filha!!

24 de out de 2013

Adoro, adoro, adoro! É os melhores desenhos animados que eu vi em toda a minha vidaa :D 

RECOMENDO!


Pencilmation

14 de out de 2013